sábado, 14 de novembro de 2009

Apenas um Desabafo

Ola meninas, hoje to meio assim sei la, nao me aceitando, querendo ser outra, esta em outro lugar, fazer nao sei o que...
Enfim hoje, ontem e ante-ontem tenho chorado por dentro, colocado para fora as minhas frustraçoes, magoas, tantas outras coisas que nao sei explicar, com o choro... hoje queria voar de encontro ao vento e me deixar ser levada por ele, algo dentro de mim me machuca e eu nao sei definir o que.
As vezes quero gritar, outras quero chorar, outras quero sorrir, me olho no espelho e nao vejo nem sombra do eu era ou queria ser, ou teria sido se fosse diferente.
Agora estou aqui a escrever e estou a chorar, a gritar por dentro por algo que nao sei o que é, algo que quer explodir de dentro de mim, quer se mostrar e se fazer entender...
Fico me perguntando por que? Porque sou assim, porque disto tudo?
Procurar ajuda, talvez.... Mas é tao dificil admitir que algo nos faz infeliz, algo nos deixa infeliz...
Admitir que nao somos como queriamos, ou somos e nao admitimos, queremos sempre mais.
Hoje nao tenho vontade de sair, de ver as pessoas, ou simplesmente deixar que ela me vejam.
Queria entrar num casulo e so sair quando sei la quando... Hoje meu corpo doi, minha mente é tao confusa... Confusa comigo mesmo, com meu mundo, com meu eu, com o meu aqui.
A unica coisa que sei que é muito dificil pedir pra que alguem me entenda se nem mesmo eu o consigo fazer.

Que todas tenham uma linda noite de sabado, cheia de muita luz e muita paz divina.

Beijos em seus coraçoes.

Que a força do medo que tenho não me impeça de ver o que anseio.
Que a morte de tudo que acredito não me tape os ouvidos e a boca.
Porque metade de mim é o que eu grito, mas a outra metade é silêncio.

Que a minha vontade de ir embora se transforme na calma e na pazque
eu mereço, que essa tensão que me corroe por dentro seja um dia recompensada.
Porque metade de mim é o que penso e a outra metade é um vulcão.

Que não seja preciso mais que uma simples alegria pra me fazer aquietar o espírito
e que o teu silêncio me fale cada vez mais
porque metade de mim é abrigo mas a outra metade é cansaço.

Que o medo da solidão se afaste, que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável.
Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso que me lembro ter dado na infância,
porque metade de mim é a lembrança do que fui e a outra metade não sei.




5 comentários:

Lilian Dalledone disse...

Vai passar.
Estou torcendo.
Beijos

Ana Rô disse...

Todos nós, um dia, passamos por momentos como esse. Não sabemos explicar o porquê desse sentimento de angústia, de vazio, de algo que está faltando sem saber o quê. Mas amiga, na vida tudo passa. Até o pior sentimento. "O choro pode durar uma noite mas a alegria vem pela manhã". Não se acorrente a nada ruim do passado. Você é uma pessoa única no mundo, não há outra "você" no mundo inteiro. Em cada um de nós, há algo diferente no nosso jeitinho que não há no resto da humanidade e que Deus quer usar em prol da pessoas. Tenho certeza que voce irá descobrir qual é o seu e aí sim, se sentirá completa e satisfeita.
Beijos e até mais...

Tere disse...

OI Rose!!!!

Tenha muita força e vontade e fé isto com certeza será passageiro, não se deixe abater.Tenham uma maravilhosa semana.Bjs...

Cristiane Oliveira disse...

Oi querida, nem sei o que te dizer. Espero que essa confusão dentro de vc passe logo.Não quero ver vc triste. Ok?

Bjs.

Pema Lodrön disse...

Pois eu digo diferente! Abrace o seu sofrimento, acolha-o, pois só ele te fará crescer e gerar compaixão por todas as pessoas que sofrem como você. No momento em que as vir, você saberá o sentimento delas. Chore se tiver vontade, esconda-se se lhe aprás! E prepare-se porque isso também vai passar! Tudo passa, inclusive os momentos felizes! Tudo é impermanente! Tudo é só um sonho! Despertaremos um dia!